[Leitura da Semana] Uma Noite Com Audrey Hepburn - Lucy Holliday

06:38

Vou logo avisando... essa vai ser a resenha MAIS puxa saco de 2016!

Por motivos de: Onde tem Audrey Hepburn na história, tem Vanessinha explodindo de muito amor!!!!!! <3 <3 <3 

Então, vou rasgar milhões de sedas aqui SIM

Lide com isso!

Quando eu fiquei sabendo desse livro (passeando pelas páginas das editoras no Facebook) quase tive um mini infarto! Porque eu super INVEJEI a protagonista apenasmente pelo título: "Uma Noite Com Audrey Hepburn".

Agora para e pensa comigo: A pessoa que vos fala tem LOU-CU-RA por essa atriz desde 2010, lê tudo dela, segue mil páginas, fez a monografia sobre um de seus filmes mais icônicos (e da história do cinema Hollywoodiano também rsrs) e até se vestir dela já se vestiu...

#QuemNunca?

Essa mesma pessoa tá de boas... caçando uma nova leitura, toda despretensiosa na vida... daí BOOM!!! Aparece ESTA capa:

Minimalista/Linda!
Seguida DESTA sinopse:

A atriz Libby Lomax encontrou seu refúgio no mundo dos filmes clássicos, nos quais as deusas imortais favoritas da tela parecem oferecer muito mais romance do que a vida real. Depois de um dia terrível no set de filmagens, onde ela passou a maior vergonha de todos os tempos na frente do elenco inteiro e, pior, do astro sexy e notório bad boy Dillon OHara, tudo o que Libby consegue fazer é se jogar no sofá e assistir a Bonequinha de luxo pela milionésima vez. De repente, ela se surpreende ao ver a estrela do cinema, Audrey Hepburn, sentada bem ao seu lado, em seu vestidinho preto, clássicos óculos escuros e cigarrilha vintage, cheia de conselhos para dar. Mas será que Libby realmente é capaz de transformar sua vida de fracasso em um incrível blockbuster? Talvez, com um pouquinho da ajuda mágica de Audrey, ela até consiga.
Pirei! Simplesmente enlouqueci!! Larguei toda a ordem da minha lista de próximas leituras, acelerei com 'A Rainha Vermelha' (resenha da semana passada) e comecei a usufruir da alegria proporcionada pela divertidíssima Lucy Holliday!

Tá certo...cabem aqui duas ressalvas quanto ao livro:

1. Se você não gosta de romances, nem tente! Ele é bem cômico e aguinha com açúcar;
2. O começo "enche linguiça" um pouco... até a Audrey aparecer, leva um tempinho... Mas enquanto isso você vai rindo (e sentindo pena também) da pobre coitada da Libby.

Fato é que, quando o fantasminha camarada de dona Hepburn surge, o livro toma OUTRA cara!

A cara da lindeza!
A descrição da autora é TÃO perfeita, que nós leitores podemos materializar uma Audrey com facilidade. 

O tom doce da voz, o jeito inocente e fofo de olhar, o sorriso de menina, os figurinos dos seus filmes mais famosos, as maneiras extremamente educadas e até o perfume que ela usava (L'Interdit, criado exclusivamente por Givenchy - que eu ainda vou ter pra mim). 

Mas a Audrey do livro só faz cagada! Hahahahaha Eu nunca vi uma "amiga" dar tantos conselhos furados (exceto um, que eu não posso contar)!

Bela amiga! kkkkk




Primeiro de tudo, ela aconselha Libby (que teve parte de seu cabelo chamuscado em um "acidente" de trabalho e foi demitida rsrsrs) a cortar a franja. Melhor! Deixar que ela, Audrey, a corte!

Já que sempre fez isso muito bem (Só que Não kkkk)
Fica UÓ. Caminho de rato total... Mas ela não para! Seus conselhos amorosos, por exemplo, são uma beleza sem fim... para a década de 60!

Super sensual kkkkk
Mas é aí que tá! A graça toda está no fato de que Audrey, mesmo toda errada, acaba ajudando MESMO a protagonista (e se atualizando no mundo. Até uma conta no Twitter a atriz cria! kkk)...

Só que os dilemas de Libby são TANTOS que não terminam no fim dessa história! Ela tem uma continuação, só que com ooooutra atriz tão icônica quanto (e que eu prometo trazer em breve pro blog!)




Agora... se você achou legalzinha a resenha, mas não conhece Audrey Hepburn... Jesus!! GOOGLE NOW!

Alô! Google? Ajuda esse migo/ essa miga aqui?! Obrigada, Kirido!!
Aproveita e anota aí também a listinha de filmes que a tia Depressiva vai te indicar (tem alguns no Netflix):

- Bonequinha de Luxo;
- Cinderela em Paris;
- A Princesa e o Plebeu;
- Charada;
- Sabrina;
- My Fair Lady (que é o que eu menos gosto, mas é necessário demais!)

Você não pode passar mais nem um segundo sem conhecer essa mulher!!

Beijos de luz!!!

Outros Posts

0 comentários

Receba as news do DPL por e-mail!

Buscar no Blog